Olá, leitores!  \Õ/
Preparados para mais uma resenha? Vamos à ela, então!


Título: Fome (Gone: Volume 2)
Autor: Michael Grant
Edição: 1/2011
Editora: Galera Record
Páginas: 532
ISBN: 9788501086365
Nota: 5 de 5

Fome, livro que dá continuidade a série Gone, sendo este o segundo volume, é mais uma obra majestosa do escritor Michael Grant, que mostrou ser inteligente o bastante para criar um enredo tão fantástico, em uma série tão arrebatadora.

Neste livro encontramos as atividades três meses após os fatos ocorridos em Gone – O Mundo Termina Aqui, desde que todos os menores de quinze anos ficaram presos na bolha conhecida como o LGAR. Quando todos pensavam que as coisas poderiam tornar-se melhores, e que a esperança poderia ressurgir, percebem que nem tudo voltaria a ser como era antes. Além da escassez de comida, que parece estar acabando, algumas crianças passaram a desenvolver habilidades sobrenaturais. Logo ocorrerá tensão entre aqueles com e sem poderes, resultando em uma tragédia indescritível, irrompendo o caos. Normais contra os mutantes, e uma batalha com um rumo sangrento. Mas há algo escondido que é mais perigoso. Uma criatura sinistra conhecida como a Escuridão começou a chamar os sobreviventes do LGAR através dos seus pensamentos. Ela precisa de seus poderes para sustentar a sua própria existência, e, quando a Escuridão chama, alguém vai responder – com consequências fatais.

Apesar da tradução nada agradável que Hunger recebeu aqui no Brasil, pelo menos para alguns, o nome Fome veio a calhar, pois é justamente com isso que estamos lidando no segundo volume da série. Claro, não apenas a fome, mas também a mutação de alguns dos sobreviventes, além da criatura surreal que parece invadir a cabeça dos mesmos, como foi anteriormente citado, se transformam em problemas que vão além. Contudo, é a fome a dificuldade mais aparente, e a população estimada em um pouco mais de 300 pessoas parece definhar... mesmo assim, muitos não se movem para tentar reverter a tal situação, o que também acaba tornando-se mais um problema. E assim temos um ciclo de dificuldades que aos poucos ficam emaranhados uns aos outros, e nada parece dar certo. Acontece que estamos lidando com crianças, todas com idade abaixo dos 15 anos. Mas são estas crianças que precisarão se transformar adultos o bastante para reverter essa situação, tentando fazer do LGAR um espaço onde o sofrimento e as perguntas não respondidas não se tornem seus piores inimigos.

Michael Grant criou um cenário que mescla a realidade com a ficção. Um cenário, inclusive, instigante e fatídico, tão bem descrito, que a sensação é de estarmos de fato em Praia Perdida presenciando todos os relatos do livro. Refiro-me ao ''cenário'' porque a história é bastante real, os personagens são intensos, o enredo é inteligente e os mistérios são plausíveis. Além disso, a escrita é envolvente e incansável, e por mais que este livro tenha um número generoso de páginas, a leitura flui com muita facilidade, e a sede (ou seria fome?) pelo avançar dos capítulos é algo inevitável.

Assim como o primeiro livro, Fome mantém a ordem cronológica no início dos capítulos, onde somos informados nos mesmos sobre uma quantidade de horas e minutos, marcando o tempo restante até a chegada dos acontecimentos finais. Além disso, a quantidade numerosa de personagens é outro fator que prevalece. Para alguns, quando um livro possui muitas personalidades que possuem destaque em meio à narrativa, fica complicado assimilá-los de forma direta... às vezes até o próprio autor se perde na trama, e isso em alguns casos se torna perceptível. Todavia, isso não acontece em Fome, pois o enredo, por não centrar somente em uma individualidade, mas sim várias, nos oferta diversas percepções diferentes, e este é justamente outro ponto extremamente positivo na narrativa do Grant. A forma como ele nos remete aos fatos é admirável. Não há confusão alguma, pois ele consegue atribuir uma personalidade diferente a cada personagem, fazendo deles únicos e inesquecíveis para quem lê.

Fome mostrou ser uma continuação primorosa, incrível e fascinante. E o mais bacana é que este foi maior que o primeiro em termos de páginas, ainda mais rico em detalhes, e mais intenso em termos de história

Gone é uma série dotada de uma temática sobrenatural e diferente, dona de uma história de ficção cientifica juvenil de grande porte. Por isso, se você curte o gênero, aconselho a investir na leitura desses livros maravilhosos, e garanto que não irão se arrepender. Indicado em demasiado!


- É. Desculpe. – Sam suspirou. – Nós não estamos vencendo. Você sabe, certo? Não estou falando dessa luta. Estou falando da grande luta. A sobrevivência. Não estamos vencendo. Estamos morrendo de fome. As crianças comendo os bichos de estimação. Estamos nos dividindo em grupinhos que se odeiam uns aos outros. Tudo está fugindo ao controle. 
Pág. 342

7 Comentários

  1. Oi Fran!
    Ótima resenha! Tenho vontade de ler essa série, mas acho os títulos tão estranhos, que fico sempre adiando ASJDKSAJ

    Beijos, Kamila
    http://vicio-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. parece um enredo interessante pra uma serie ou filme
    mas nao ouvi falar mt

    ResponderExcluir
  3. Já ouvi falar dessa serie
    E fiquei interessada
    Mas nunca vi muitas resenhas sobre elas, tem mas não muitas
    Ai fico na duvida

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Ai que diferente... Já tinha lido algumas resenhas sobre essa série, mas nunca se senti atraída ela sinopse... Gostei demais da sua resenha :D

    Beijos
    aritmeticadasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. comecei a ler gone, mas não terminei porque foi no computador e minha vista começou a doer hahah enfim, a premissa desse livro é bastante interessante, e o primeiro, ao menos, é bastante instigador...

    ResponderExcluir
  6. Ótima resenha :DD
    Estou louca para ler a série, por demasiados comentários sobre a série, vindo de você né Fran!?
    KKKKKKK

    Beijos floor:*
    Nati. http://www.musicaselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Adoorei a resenha eu li o 1 achando que não era grande coisa , por quê nunca foi comentado muito nem nada...mais eu me enganei e a série é show demais depois dessa resenha saí correndo para comprar fome e ,uau ,eu amei demais essa série , mesmo alguns blogueiros não gostando muito do segundo , eu amei . Valeu pela dica :d

    ResponderExcluir

Boas sugestões e opiniões construtivas são sempre bem-vindas. Obrigada por sua visita!