Olá, pessoal!
 
Para quem não lembra, fiquei de trazer ainda este mês a resenha dos dois livros que faltam da sequência de The House of Night aqui no blog, tirando o último título publicado, claro. Por isso, aqui estou!  \Õ/
No início do mês propus que isso fosse feito de uma forma mais simples para que eu possa enfim estar livre para publicar a resenha de Destinada assim que eu realizar a leitura. Como eu mencionei anteriormente, as resenhas serão feitos na ordem, mas de um modo mais simples, onde apresentarei a sinopse e meus breves comentários acompanhados com a minha nota atribuída para cada exemplar.
Vamos lá?


Título: Queimada - The House of Night (Volume 07)
Autor: P.C. Cast e Kristin Cast
Edição: 1
Editora: Novo Século
Páginas: 376
ISBN: 9788576794042

Nota: 4/5

As coisas ficaram pretas na Morada da Noite. A alma de Zoey Redbird se despedaçou. Com o coração partido, vendo tudo ao seu redor desmoronar e com vontade de ficar para sempre no mundo dos mortos, Zoey está sumindo a olhos vistos. Parece cada vez mais difícil ela se recuperar a tempo de reencontrar seus amigos e recolocar as coisas em seus devidos lugares. Stevie Rae, melhor amiga de Zoey, quer ajudá-la, mas está enfrentando problemas seríssimos. Os Novatos Vermelhos do Mal estão pisando na bola e, dessa vez, nem Stevie Rae poderá protegê-los das consequências. No meio desta confusão está Aphrodite: ex-novata, patricinha podre de rica, bruxa do inferno convicta (e com muito orgulho), tendo visões que revelam o futuro e, para piorar, com Nyx resolvendo falar por meio dela, quer ela queira ou não. A lealdade de Aphrodite pode oscilar em várias direções, mas, no momento, é o destino de Zoey que está em jogo.

Apesar de um pouco cansativo, Queimada consegue ser bom apenas pelo simples fato de atribuir o foco da trama a Stevie Rae. Claro, Zoey está debilitada, e suas chances são mínimas. Todavia, volto a afirmar que não há personagem mais arrebatadora do que a Vampira Vermelha, que se mostrou forte o bastante diante de uma situação séria e extremamente difícil. Stevie Rae lidou em toda a série (e continha a lidar) com questões desafiadoras, que vão além de tudo que os outros passaram. Impossível não amá-la (minha personagem favorita, é).

Porém, não posso deixar de citar que essa obra possui também um tom mais sério e dramático, e esses são motivos bem concretos, uma vez que a história tornou-se mais consistente e tanto adulta. A impressão de lentidão que alguns talvez sentiram nos livros anteriores acaba por aqui. Agora a narrativa tornou-se instigante e bem gostosa de ser lida.


No entanto, gostaria de explicá-los que o ''cansativa'' que eu citei no início dos meus comentários está sobre o fato de muitos dos relatos serem descritos na visão de muitos personagem, e isso se torna enfadonho sim, para alguns. No caso de House of Night eu não acho que isso aconteça. Pelo menos até agora. Gostei muito dessa nova forma que as autoras usaram para dividir os capítulos, pois acabamos percebendo quem é quem de verdade na trama.

Outra coisa que eu gostaria de citar é o crescimento que Aphrodite vem ganhado na série. Outra personagem brilhante e muito bem descrita, que no início era odiada por muitos, mas que mostrou ser muito especial, e o que é melhor, sem mudar o seu jeito de ser.

No mais, apenas quero dizer que... gostei do livro, sim. Fãs, por favor, leiam!

~*~

Título: Despertada - The House of Night (Volume 08)
Autor: P.C. Cast e Kristin Cast
Edição: 1
Editora: Novo Século
Páginas: 320 
ISBN: 9788576795025
Nota: 4/5

Exonerada pelo Conselho Supremo dos Vampiros e retornando a sua posição de Grande Sacerdotisa da Morada da Noite de Tulsa, Neferet jurou vingança contra Zoey. Seu domínio sobre Kalona é apenas uma das armas que ela pretende usar. Mas Zoey encontrou um santuário na Ilha de Skye e está sendo protegida pela Rainha Sgiach, que espera que ela possa assumir o reinado. Tornar-se a rainha seria legal, não seria? Por que ela deveria retornar à Tulsa? Depois de perder Heath, seu consorte humano, Zoey nunca mais será a mesma – e seu relacionamento com o supersexy guerreiro Stark pode também nunca mais ser o mesmo. E Stevie Rae e Rephaim? O Raven Mocker se recusa a ser usado contra Stevie Rae, mas que chances ele tem quando ninguém no mundo, incluindo Zoey, estaria feliz com este relacionamento? Ele deve trair seu pai ou seu coração? No emocionante oitavo livro da série House of Night até onde irão os vínculos da amizade e quão forte são as amarras que prendem o coração.

Não é um dos melhores livros, mas eu gostei dos relatos. Acredito que se a história fosse encurtada, ela não receberia tanta aversão por parte do público, que alegam cansaço e clamam por objetividade. E estão todos certo...

No entanto, muito simplesmente odeiam a série. Eu até entendo, de verdade. Talvez a temática, ou até a viagem que as outras têm no enredo... sim, eu entendo! Porém, o fato dela ser enorme (?) não é motivo para detestarem-na. Isso se você de fato não conhecê-la a fundo. Talvez você esteja fugindo de sagas enormes (porque eu sim estou), mas existem várias outras coleções com um número generoso de livros, e nem por isso muitos de vocês deixam de ler. O que vale é o conteúdo, e não o número ou tamanho, certo? Pensem nisso.  ;)

Apesar de surreal, eu não consigo deixar a série de lado. Ela possui picos mais baixos no enredo, mas em muitos momentos nos ofertam histórias magníficas, fantasiosas, todas dotadas com valores e alguns casos ricos em lições.

Acompanho sim, e gosto bastante de vários aspectos que ela transmite ao público leitor. É o tipo de saga politicamente incorreta que dá prazer. E, convenhamos, criatividade é algo que não falta às nossas autoras. Adorei Despertada, e espero ansiosa pelo próximo título.  :D
 
PS.: Estes comentários são simples porque não tenho o propósito de dar spoilers a ninguém, uma vez que a série é grande e muitos de vocês ainda não estão na sequência correta, por isso peço a compreensão de todos. Obrigada!

8 Comentários

  1. Ainda não li nenhum livro dessa serie
    Mas sei que a serie é enorme
    E nunca tive MUITO interesse
    Só uma pequena curiosidade

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Confesso para você que essa é uma série que eu não tenho vontade de ler. Não sei, mas são tantos livros, além de que a estória pelo que vi, não me encanta muito não...
    Suas resenhas estão ótimas :D

    Beijos
    aritmeticadasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Apesar de acompanhar a série eu não gosto muito dela...
    a única coisa que salva e Aphrodite... Eu adoro ela... =]
    Adorei as suas resenhas... =]]

    Beijos.
    #Resenha falada.

    ResponderExcluir
  4. Como a Angela, ainda não li nenhum livro da série. Então não posso descutir com relação a ela!
    Mais tenho vasto interesse sim :DD

    Ótimas resenhas \õ/

    Beijos :*
    Natalia. Entre Livros e Livros

    ResponderExcluir
  5. Eu ainda não li nenhum livro dessa série e não tenho muita vontade de ler não. Além de serem muitos livros, não é uma temática que me chame a atenção, sabe?

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  6. Ainda não li nenhum livro desta séries, mas tenho muito vontade e a série parece ser muito legal, adorei a resenha.
    Bjs

    palavrasdeumlivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. eu gosto bastante dessa série... é um tipo bem peculiar de vampiros, e a zoey é demais :)

    ResponderExcluir
  8. não sou muito fã de séries, ainda mais essas que parecem ser "copias" umas das outras.. mas essa série é bem legal, até curto historias de vampiros, pena que viraram tão comuns e repetitivas.. estava afim de ler algo realmente diferente, um romance vampiro diferente de todos que eu já li.. mãs.. tá dificil! rs

    Sorteio de Livro+Surpresa especial, clique aqui e participe!
    beijos, @Karol_hearts

    http://queridos-pensamentos.blogspot.com.br /

    ResponderExcluir

Boas sugestões e opiniões construtivas são sempre bem-vindas. Obrigada por sua visita!